Gratidão em tempos de tempestade

Tempestade é uma boa definição para tudo o que vivemos hoje. Alguns dias parecem como uma noite escura onde o sol nunca mais vai brilhar. Medo, angústia, morte, doenças, temor, conflitos internos, conflitos em redes sociais (que, diga-se de passagem, nessa semana foram muitos) e tantas outras coisas. No entanto, eu acredito que a gratidão em tempos de tempestade é uma arte necessária para superarmos estes desafios.

Gratidão em tempos de tempestade

Alguns podem dizer: “Gratidão!?” Ou ainda: “Nós precisamos de ciência, não de palavras!” Eu afirmo que a palavra e a gratidão são armas que mantêm a força de cientistas, políticos e, principalmente, o ânimo de quem constrói de pouco em pouco o amanhã.

Vamos pensar em 3 motivos pelos quais devemos ser gratos em tudo isso, por meio de singelas palavras de pessoas que viveram há muito tempo.

Autor desconhecido – O nosso sofrimento pode auxiliar próximas gerações.

O autor de Hebreus, no capítulo 11, faz uma lista de pessoas que passaram por todo tipo de tempestade. Qual a conclusão no verso 39? “Nenhum deles recebeu o que havia sido prometido”. Então Deus os traiu? Não. Deus está mostrando que seu amor não necessariamente repercute neste tempo, da maneira como queremos. Todavia, por amor à humanidade ele apropria-se das vidas de alguns para aperfeiçoar muitos.

“Deus havia planejado algo melhor para nós, para que conosco fossem eles aperfeiçoados.” Hebreus 11:40

E, assim, as próximas gerações têm a oportunidade de serem aperfeiçoadas através da nossa vida.

Paulo, o apóstolo – Somos uma obra em aperfeiçoamento por um Deus desperto e ativo.

Paulo diz essas palavras a uma igreja que tinha algumas divisões, mas que ele tinha pessoalmente em alta estima. Mais uma vez somos um país dividido. Paulo, antes de mais nada, trata de unir o povo em uma só causa e em uma só pessoa. A solução não está na cura do Covid-19, está no tratamento do nosso coração. E se você tem um relacionamento com Jesus: “Estou convencido de que aquele que começou boa obra em vocês, vai completá-la até o dia de Cristo Jesus.” Filipenses 1:6.

Nós não podemos ter certeza da cura ou da vacina para o Covid-19, mas temos a certeza de que Cristo é a cura para um coração que divide e o Pai é incessante na tarefa de transformação à luz da imagem do seu filho.

Tiago, o Irmão de Jesus – Perseverança, maturidade e integridade

Tiago afirmou que deveríamos considerar “motivo de grande alegria o fato de passarem por diversas provações.” Tiago 1:2

Logo, Ele não está nos chamando a ter alegria na prova, mas no resultado da prova. No texto, a provação é algo que nos é afligido. Por exemplo, o Covid-19 ou perdas financeiras. Assim, a proposta do autor é termos alegria, pois a provação é uma oportunidade para perseverarmos. “E a perseverança deve ter ação completa, a fim de que vocês sejam maduros e íntegros, sem lhes faltar coisa alguma.” Tiago 1.4

Gratidão baseada na oportunidade de perseverarmos e assim sermos mais maduros, íntegros e completos. Podemos ser melhores do que antes desta crise.

Gratidão em tempos de tempestade

Assim, seja grato, porque temos um Deus ativo que completa a ação dEle em nós, porque servimos a outros por meio do nosso sofrimento e esta é uma oportunidade para sermos mais maduros. As palavras citadas não são românticas, mas são atemporalmente vivificadoras. Gratidão em tempos de tempestades, baseada em verdades milenares.


Estamos preparando um e-book, gratuito, com 30 devocionais. O título é “Encontrando Deus nas Tempestades” – Clique aqui e faça seu download